Foto: João de Noronha/O Estado

 UTFPR agora está oficializada.

A solenidade de instalação da primeira universidade tecnológica do País, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), ontem, em Curitiba, marcou o impulso que a educação tecnológica deve ganhar no Estado nos próximos anos. Apesar de o Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) ter tido projeto de lei que o transforma em universidade aprovado no início de outubro, somente agora a transição foi formalizada. Para o reitor pro tempore da UTFPR, Eden Januário Netto, a transformação significa possibilidade de captar recursos destinados exclusivamente a universidades e investimentos na formação profissional de quem mora no interior.

A autonomia, para o reitor, significa fortalecimento dos colegiados internos e facilita parcerias para o engajamento do ensino público. ?Também aumenta a possibilidade de buscar recursos especificamente destinados à universidade pública aos quais, antes, como centro tecnológico, não podíamos concorrer?, afirma. ?Pretendemos com esses recursos expandir os cursos de engenharia para o interior e os programas de mestrado e doutorado.?

Na ocasião, o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), Eliezer Pacheco, anunciou a ampliação da rede profissional tecnológica de ensino no País e promete 32 novas escolas de ensino profissionalizante com possibilidade de alcance ao ensino superior.