Cinqüenta taxistas de Foz do Iguaçu, no oeste do estado, começaram a operar ontem máquinas de cartões de crédito e débito dentro dos veículos. A adequação teve como base uma pesquisa realizada pela cooperativa de táxis Cataratas, que durante um ano consultou turistas hospedados em hotéis cinco estrelas da cidade, e que procuraram o transporte para ir ou voltar do aeroporto. Sessenta e sete por cento das pessoas responderam que preferiam pagar a corrida com cartões de crédito ou débito.

O presidente Valdomiro Rocha estima que até o final do ano todos os 268 carros que compõem a frota da cooperativa estejam equipados com a máquina. Ele destaca que o sistema de Foz do Iguaçu é o primeiro a funcionar via GPRS (sistema que envia dados via telefonia móvel), diminuindo o tempo da transação. ?Acabei de efetuar um pagamento. Foram só vinte segundos?, dizia, logo após utilizar pela primeira vez a máquina em um dos carros. Além da agilidade e da possibilidade de agradar um grande número de clientes, o taxista também destaca a segurança dessa forma de pagamento. ?Facilita a vida do turista, dos usuários que moram na cidade e do próprio motorista, que convive com problemas de cheques devolvidos e assaltos relâmpago. Agora esperamos ter mais segurança?, afirma. E o pagamento ainda pode ser parcelado em até quatro vezes. Por enquanto, os taxistas aceitam apenas os cartões Visa, mas Valdomiro estima que, passados os seis meses de experiência, máquinas de outras operadoras devam ser acopladas aos carros.