A prefeitura de Curitiba vai reduzir os gastos com manutenção e ampliar a rede municipal de iluminação pública. Todo o serviço de manutenção, que hoje é feito por equipes próprias da prefeitura em 80% da rede, será terceirizado.

Uma licitação nacional para contratação de duas empresas para fazer esse serviço está em curso. Com a terceirização, o custo anual do serviço, que hoje é de R$ 12,631 milhões, cairá para, no máximo, R$ 11,622 milhões.

As equipes próprias que hoje trabalham na manutenção serão remanejadas para um programa de implantação de 20 mil novos pontos de luz nos bairros. Até 2012, a rede de iluminação pública passará de 130 mil para 150 mil pontos de luz. A manutenção da rede ampliada também será de responsabilidade das empresas.

Participam da licitação as empresas Sit Luz Sistema de Iluminação Ltda; Selt Engenharia de Iluminação; Trajeto Engenharia Ltda; MJ Medeiros Engenharia Eletrotécnica Ltda; Engelux Engenharia Ltda; Contrel Construtora Ltda; Empoel engenharia de Iluminação; e Sadenco Engenharia.