Foto: Aliocha Maurício

Área fica no centro da capital.

Um terreno localizado na Avenida Silva Jardim, entre as Ruas Buenos Aires e Desembargador Mota, em Curitiba, está incomodando os moradores da região. O local está cheio de lixo de todo o tipo, exala mau cheiro, acumula bichos e ainda se transformou em abrigo de pessoas desocupadas. Os moradores dos prédios vizinhos afirmam que já reclamaram da situação para a Prefeitura de Curitiba por meio do telefone 156, mas até agora a situação do terreno é a mesma.

Creuza Dias, que trabalha em um dos apartamentos vizinhos ao terreno, reclama que não consegue nem passar em frente ao local devido ao mal cheiro. ?Esses dias eu passei e tinha três moços cheirando cola. Do jeito que as coisas estão, a gente fica com medo do terreno virar esconderijo de bandidos?, reclamou.

A proprietária de um restaurante em frente ao terreno, Delmar de Oliveira, disse que todos os seus clientes reclamam dos rapazes que se aglomeram em frente ao local. ?Antigamente havia uma casa. Depois que tiraram a construção ficou tudo sujo e cheio de mendigos?, reclamou.

Perto do local há escolas, um hospital e vários restaurantes, pois fica bem no centro da cidade. O porteiro do outro prédio vizinho ao terreno, Ari Drosde, reclamou que tem que passar todos os dias por ali para pegar ônibus, o que o deixa com medo. ?Já soubemos de várias pessoas que foram assaltadas aqui?, disse.

A gerente do Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Urbanismo, Rosana Azevedo, informou que o proprietário do terreno já está respondendo uma ação fiscal no município por não manter o local limpo. Segundo Rosana, ele já foi notificado duas vezes e autuado em uma multa de R$ 400 (ela explicou que quando o proprietário não atende à autuação, ele é notificado). Entretanto, Rosana disse que hoje vai pedir que os fiscais visitem o terreno novamente, para avaliar a situação atual.