Três acadêmicos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná passaram 10 meses estagiando na Universidade de Paderborn, na Alemanha. Alexandre Horst, André Luís de Freitas Francisco e Rodrigo Fchrickte Gielow, do quinto ano de Engenharia da Computação, puderam usufruir desse programa graças ao Projeto-Seminário, realizado na PUC, em 2001. O trabalho desenvolvido pelo grupo mereceu reportagem de capa na revista HNI Nachrichten, número 1, de 2002. Segundo Alexandre Horst o estágio na Alemanha possibilitou valiosa experiência de vida e de cultura. “Tivemos contato com o que há de mais novo na área de engenharia de computação”, diz o estudante.

Neste ano, André Linarth, Natascha Petry Ligocki e André Arzua, da PUC, e mais três estudantes do Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (Cefet-PR) foram convidados para continuar os trabalhos iniciados pelos estagiários de 2001. De acordo com o professor brasileiro da Universidade de Paderborn, Mauro César Zanella, o intercâmbio nacional proporciona aprendizado de idioma, amadurecimento pessoal e possibilidade de colocar em prática conhecimentos. “Não é mais possível isolar-se como forma de autodefesa”, conta Zanella.

A Universidade de Paderborn, localizada no Centro-Oeste da Alemanha, foi fundada em 1972. Tem hoje, cerca de 15 mil alunos. Já passaram pelo instituto as seguintes personalidades: o fundador da empresa dSpace GmbH, líder mundial na linha tecnológica de hardware e software; presidentes da Chrysler Automóveis, ETAS Paris, Kaspar, Eppinger, entre outras pessoas de renome mundial.Trio do PR vira manchete na Europa