O Hospital Maternidade Alto de Macaranã, de Colombo, foi condenado a indenizar a família de um dos meninos envolvidos no caso de trocas de bebês ocorrido em setembro de 2009. A juíza de direito de Colombo Letícia Zétola Portes emitiu ontem sua decisão. São R$ 15 mil para o pai e o mesmo valor para a mãe.

Apesar da comemoração pelo resultado, a advogada da família, Louise Mattar Assad, vai recorrer da decisão para pedir aumento do valor da indenização. “Foi uma decisão de caráter altamente pedagógico e esperamos que se aprimorem as maternidades para que não se repitam estes tipos de fatos. Queremos pleitear um valor maior, o que conseguimos são 10% do valor que pedimos”, explicou Louise.

Por quase seis meses os dois meninos viveram com as famílias trocadas. O erro só foi percebido em dezembro de 2009, depois que o pai de um dos meninos pediu exame de DNA por desconfiar da troca.