A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) foi uma das vinte selecionadas -entre 84 instituições de ensino superior inscritas – para participar da Rede Nacional da Pesquisa e Desenvolvimento em Educação. A iniciativa, proposta pelo Ministério da Educação (MEC), visa à criação de Centros de Formação Continuada, Desenvolvimento de Tecnologia e Prestação de Serviços para as Redes Públicas de Ensino. Ao todo, serão criados vinte centros em todo o País, que terão como objetivo contribuir para a melhoria da formação dos professores da educação básica.

Meta

A meta do MEC é que a rede atinja 400 mil professores e gestores escolares nos próximos quatro anos. Nesse período serão investidos R$ 40 milhões no programa. No Paraná, a UEPG irá prestar serviços na área de alfabetização e linguagem, tendo como parceiras as universidades estaduais de Londrina (UEL) e do Oeste do Paraná (Unioeste), e a Universidade Federal do Paraná (UFPR). A coordenadora geral do Centro de Formação, Cleide Aparecida Faria Rodrigues, destaca que a instituição ponta-grossense teve a proposta escolhida entre 180 projetos inscritos. Além disso, do total de universidades selecionadas, apenas três são estaduais.