O prédio da Reitoria da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba, será desocupado nesta quinta-feira (dia 17), das 7h às 9h – 17 dias após ser invadido por um grupo de supostos estudantes da UFPR. A Reitoria retomará a posse do prédio às 9h, quando todos os invasores tiverem se retirado, e às 14h concederá entrevista coletiva para avaliar os prejuízos causados pela ocupação.

A desocupação ocorrerá na presença de três oficiais da Justiça Federal, de três representantes dos invasores, de servidores dos setores da UFPR que trabalham no imóvel, de diretores da Associação dos Professores da UFPR (APUPR) e ainda Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino Superior do Paraná (Sinditest /PR). O grupo fará vistoria para avaliar as condições em que o prédio foi desocupado.

A desocupação foi determinada, hoje (dia 16) à tarde, pelo juiz substituto da 4ª Vara Federal de Curitiba, Augusto Cézar Pansini Gonçalves, após audiência de conciliação da qual participaram representantes da UFPR, do grupo de invasores, da APUFPR e do Sinditest. As duas organizações sindicais participaram da audiência porque apoiaram a invasão e realizaram inclusive assembleia com os estudantes dentro do prédio invadido.