Rede de educação em expansão, a Unicesumar fechou sua venda ao grupo Vitru, que comanda a Uniasselvi. A transação foi avaliada em até R$ 3,2 bilhões — R$ 2 bilhões em pagamento direto e o restante em ações da Vitru para as famílias que eram detentoras da instituição de ensino de Maringá.

LEIA TAMBÉM:

> Liberdade, conforto e trabalho remoto: Motorhome vira queridinho dos curitibanos de todas as idades

> É ouro! Paraná tem apenas uma mina, na região de Curitiba, mas o rendimento é milionário; saiba mais

> Leilão da PRF tem 149 carros, motos e caminhão prontos pra rodar; lances vão de R$ 50 a R$ 22 mil

A venda para o grupo educacional de Santa Catarina tem uma das cifras mais elevadas de fusão e aquisição envolvendo empresas paranaenses no ano.

O negócio foi impulsionado pelo forte crescimento da rede paranaense. A Unicesumar tem planos de chegar aos 400 mil alunos matriculados e aos mil polos educacionais, dentro e fora do país, até 2022. Hoje, a empresa tem 300 mil alunos distribuídos nos mais de 750 polos de EAD.

No ensino presencial, são cinco campi, nas cidades de Maringá, Curitiba, Londrina e Ponta Grossa, no Estado do Paraná, e Corumbá no Mato Grosso do Sul.

Pantanal

Zuleica não aceita morar na fazenda com os filhos

Além da Ilusão

Davi expulsa Iolanda de casa

Novidades da Netflix

Filmes e séries que chegam à Netflix nesta semana

Estreia da semana

5 curiosidades sobre “O Telefone Preto”