Como foi divulgado ontem no telejornal da Rede Bandeirantes de Curitiba, a 1.ª Vara da Fazenda Pública, Falências e Concordatas determinou o bloqueio das contas da Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs). A medida teria sido necessária devido ao não-pagamento de R$ 2,6 milhões à construtora NHF, responsável por obras da Rua 24 Horas.

A dívida inicial seria de R$ 5 milhões, mas um acordo teria reduzido a pouco mais da metade do valor. A diretoria jurídica da Urbs, por meio de assessoria de imprensa da Prefeitura, informou que se trata de um processo que se estende desde os anos 1980. O órgão afirmou ainda que já recorreu para o desbloqueio das contas.

Atualmente, a Rua 24 Horas passa por novas obras de revitalização. O espaço está fechado para reforma desde o último mês de setembro.