Talento e dedicação definem as aulas de violino ministradas na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O curso existe há cinco anos e é ministrado pela professora Elle Serpe para alunos, filhos de servidores e comunidade externa, a partir dos cinco anos de idade.

Dois métodos diferentes são ensinados: o de leitura tradicional e o Zuzuki, que é um metodo japonês, com CDs com canções folclóricas que as crianças conhecem. ?É um método que educa o ouvido de criança, pois elas escutam músicas que conhecem e vão tirar de ouvido?, explica a professora. Atualmente há quatro grupos infantis e um juvenil.

O curso é gratuito. Para participar das aulas, é preciso ter somente noção de altura de sons – ter bom ouvido – e um violino. Há cinco tamanhos de violinos diferentes. ?Por essa razão, cada um deve ter o seu?, diz Ellen. Um bom violino custa hoje, em média, R$ 300. A UTFPR fornece as partituras.

Os grupos se apresentam em eventos internos da UTFPR, como seminários, recitais e festas de fim de ano, além de formaturas, casamentos, concertos de Natal e concertos de violino.

Serviço:

A universidade quer transformar o grupo de violino juvenil em uma orquestra de câmara da UTFPR e convida a comunidade externa para participar sem custos. Para isso, precisa de violinos, viola, violoncelo e baixo, com experiência mínima de 5 anos com instrumento. Quem tiver interesse, entrar em contato com a professora Ellen no Departamento de Atividade Comunitária da UTFPR pelo telefone (41) 3310-4412.