Com receio da febre amarela, as autoridades de Cascavel, no Oeste do Paraná, interditaram o zoológico municipal por 20 dias. O motivo foi a morte de um dos macacos que habitam o local nesta semana, com suspeita da doença. Enquanto os resultados da amostra de sangue que foram encaminhadas para Curitiba não estiverem prontos, o parque permanecerá fechado.

O gerente regional da Saúde, Marcos Tomasetto, disse que a medida foi tomada por precaução. Um dos motivos que alertaram os médicos foi o fato que o macaco, antes de morrer, sofreu uma hemorragia, que é um dos sintomas da doença.