Os primeiros treinos para a 6ª etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car V8, que acontece neste fim de semana no Autódromo de Curitiba, foram dominados pelo paulista Thiago Camilo. Mas os pilotos do Paraná estão confiantes e prometem brigar pela pole position, no treino classificatório deste sábado.

Das seis corridas do ano, apenas uma teve um piloto paranaense largando na primeira posição: David Muffato, que foi pole na 4ª etapa, disputada em São Paulo. Além disso, o estado está se destacando com a equipe RC Competições, que tem sede em Pinhais. O time comandado por Rosinei Campos, o Meinha, venceu as cinco provas do ano com os pilotos Cacá Bueno e Antônio Jorge Neto, carioca e paulista, respectivamente.

Mas os pilotos do Paraná querem reverter o quadro neste fim de semana e quebrar um tabu que já dura 15 anos. A última vitória de um paranaense na pista de Pinhais foi em 1991, com Ângelo Giombelli. Pelos resultados dos treinos desta sexta-feira, os pilotos com maior chance acabar com o jejum são Rodrigo Sperafico e Alceu Feldmann, sétimo e nono colocados no segundo treino livre. Os outros paranaenses não foram bem. Thiago Marques foi o 15º, David Muffato o 19º, Tarso Marques o 24º e Diogo Pachenki o 32º.

Alceu Feldmann encara esta prova como a mais importante do ano. "Agora, aumenta a briga por uma vaga no playoff. Tem piloto que vai entrar na pista neste domingo para o tudo ou nada. Não estou numa condição ruim no Campeonato, mas não posso nem pensar em ficar fora da zona de pontuação neste domingo", destaca o paranaense, que é sexto colocado no Campeonato, e enfrentou alguns problemas com a perda de potência do motor nesta sexta-feira. "A equipe está trabalhando para resolver o problema e melhorar o nosso desempenho do carro", revela.

Neste sábado (12) acontece o treino classificatório, das 11h às 12h30, e a Super Classificação (12h50), que define os dez primeiros do grid. A 6ª etapa acontece às 13h de domingo (13), com transmissão ao vivo pelo canal a cabo SporTV.

Classificação após 5 estapas

1) Cacá Bueno, 100 pontos;
2) Hoover Orsi, 76;
3) Antônio Jorge Neto, 55;
4) Thiago Camilo, 42;
    Giuliano Losacco, 42;
6) Alceu Feldmann, 41;
7) Felipe Maluhy, 32;
8) Guto Negrão, 31;
9) Ricardo Maurício, 29;
10) Pedro Gomes, 24;