A assinatura, nesta quinta-feira (22), de três contratos de parceria da Cohab com a iniciativa privada permitirá a oferta de 845 novos lotes na região sul da cidade. Os empreendimentos serão executados nos bairros do Ganchinho e do Tatuquara.

Os contratos foram assinados pelo presidente da Companhia de Habitação de Curitiba (Cohab), Mounir Chaowiche, e pelo empresário Henrique do Rego Almeida Filho, diretor das empresas Masterbras Empreendimentos Ltda e Varuna Empreendimentos Imobiliários Ltda, responsáveis pelas obras.

De acordo com as normas do programa de parceria com a iniciativa privada, as empresas parceiras da Cohab executam com recursos próprios os loteamentos. A Companhia tem a atribuição de aprovar os projetos junto à Prefeitura de Curitiba e acompanhar as obras.

O principal atrativo do programa é a possibilidade aberta às empresas de utilizar em seus projetos os mesmos parâmetros adotados nos empreendimentos próprios da Cohab, com lotes menores e infra-estrutura simplificada.

O empresário Henrique Almeida Filho aponta outra vantagem da parceria, que é a maior agilidade na aprovação dos projetos. Pelos trâmites normais da Prefeitura, a aprovação de um loteamento pode demorar até dois anos e, com a participação da Cohab, a análise é concluída num prazo de seis a oito meses. "Além disso, a empresa parceira da Cohab tem também a oportunidade de exercer uma função social, produzindo para atender famílias de menor poder aquisitivo", disse Almeida.

Para o presidente da Cohab, o novo contrato amplia o alcance do programa habitacional do município, com a oferta de um produto diferenciado. "O lote atende a expectativa das famílias que desejam um imóvel que pode ser melhorado ao longo do tempo", disse. Segundo ele, os compradores dos terrenos contarão com financiamento para a construção das casas. O recurso virá da parceria com a Caixa Econômica Federal.

Localização

Dois dos três empreendimentos contratados em parceria com a iniciativa privada estão localizados na vizinhança do Bairro Novo. Os loteamentos Moradias Jandaia, com 360 unidades, e o Moradias Novo Bairro, com 374, ficam junto à divisa dos bairros Sítio Cercado e Ganchinho, região que começou a ser ocupada em 1992 com projetos da Cohab e hoje abriga cerca de 11 mil famílias.

O outro empreendimento é o Moradias Cerâmica, com 111 lotes, no bairro do Tatuquara, onde houve também forte atuação da Cohab nos últimos anos e, em conseqüência disso, investimentos significativos da Prefeitura de Curitiba para melhorar a infra-estrutura local e a oferta de serviços e equipamentos públicos.

Com a assinatura do contrato, os projetos dos três loteamentos começam a tramitar na Prefeitura para aprovação e início das obras. O trâmite passa a ser o mesmo utilizado pela Cohab: os projetos são encaminhados ao Grupo de Análise e Aprovação de Loteamentos de Interesse Social (Gaalis), que funciona sob coordenação da Secretaria Municipal de Urbanismo e reúne técnicos dos diversos órgãos envolvidos na aprovação, possibilitando que os projetos tenham uma avaliação conjunta.