A UTI pediátrica do Hospital de Clínicas conta a partir de agora com mais um equipamento para suporte ventilatório às crianças e adolescentes atendidos na UTI – que acolhe pacientes a partir de 28 dias de vida. Adquirido pela Prefeitura de Curitiba, dentro da parceria do município com o HC, o novo equipamento foi repassado ao hospital pelo secretário municipal da Saúde, Michele Caputo Neto, nesta quarta-feira (9).

O novo ventilador é mais moderno do que os oito aparelhos disponíveis na UTI, já que o último destes foi comprado há pelo menos cinco anos. Ele será utilizado em pacientes que tenham insuficiência respiratória aguda grave, no pós-operatório de grandes cirurgias e período pós-transplante.

Chamado também de respirador substituto ou auxiliar na respiração, o ventilador custou R$ 44,5 mil ao Município de Curitiba. Sua utilização requer a introdução de uma cânula no paciente até a sua traquéia que é conectada ao aparelho. "Não há UTI sem ventilação mecânica. Termos o máximo de ventiladores para os nossos dez leitos é fundamental", afirmou o supervisor da UTI pediátrica do HC, José Eduardo Carreiro.

"A existência de aparelhos suficientes pode ser a diferença entre a vida ou não para um paciente que precisa do ventilador", disse Caputo. Ele fez questão de frisar que não houve doação, mas uma parceria. "O HC é um parceiro preferencial e estratégico do nosso sistema de saúde e é um hospital de referência no Paraná. O que estamos fazendo hoje é o recomeço da parceria entre o município e o HC nesta gestão do prefeito Beto Richa", afirmou o secretário.

O diretor geral do Hospital, Giovanni Loddo, informou que muitos equipamentos existentes no complexo do HC são antigos e que alguns estão sucateados. "O bom ensino exige que o HC tenha bons equipamentos", afirmou.

O diretor lembrou que a parceria maior entre o HC e o município é relacionada às Unidades de Saúde 24 Horas. "Nossa principal parceria é com a Secretaria de Saúde de Curitiba, que gerencia o sistema municipal de saúde", disse Giovanni Loddo. Através de um convênio existente desde 2002, o HC dá apoio às crianças e adolescentes atendidos nas Unidades 24 Horas Boa Vista e Albert Sabin, na Fazendinha.

Prioridades e Concurso

Durante o encontro, o secretário Michele Caputo Neto propôs que o Hospital das Clínicas e a Secretaria Municipal da Saúde elaborem uma pauta de prioridades para a área. A organização da agenda deverá ser feita ainda durante o mês de março.

Michele Caputo aproveitou o evento e convidou os profissionais do HC para ajudar a multiplicar as informações sobre as inscrições para o concurso para contratação de médicos que irão atuar na rede municipal de saúde. As inscrições estão abertas desde o dia 7 e vão até 20 de março. O concurso acontecerá no dia 10 de abril.

Serão contratados 144 profissionais que vão cobrir o déficit de médicos existente na rede. São 27 para pediatras, 26 para gineco-obstetras, 87 para clínicos gerais e quatro para médicos psiquiatras.