Rio (AE) – Um total de mil manifestantes, na avaliação da Polícia Militar, participou hoje de uma passeata contra a corrupção e o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A manifestação foi dominada por bandeiras do Psol, PSTU e PDT e seguiu o percurso tradicional dos atos políticos realizados no centro do Rio, partindo da Candelária, pela Avenida Rio Branco, até a Cinelândia. À frente do protesto, havia uma grande faixa com a frase: "Contra a política econômica de Lula/FMI – Fora todos os corruptos". "Lula sabia/PT ladrão/rouba do povo pra botar no cuecão", cantavam os militantes. Estiveram presentes à passeata o ex-deputado Milton Temer (Psol-RJ) e o deputado João Batista de Araújo (Psol-PA), o Babá. Babá defendeu a convocação de um plebiscito para decidir sobre a permanência de Lula no cargo. "O Congresso não tem moral para votar o impeachment do Lula, que já merece", discursou. "Lula tem de sair", acrescentou. Um total de cem PMs, do Batalhão de Trânsito e do 13.º Batalhão (Praça Tiradentes), acompanharam a manifestação, sem incidentes.