Daniel Garcia/AFP

O meio-campo argentino Javier Pastore aconselhou nesta quarta-feira Bastian Schweinsteiger a “se preocupar com ele” mais do que com os argentinos, que o jogador alemão havia criticado antes da partida pelas quartas de final da Copa do Mundo. “Que se preocupe com ele e não com a gente”, respondeu Pastore quando um jornalista perguntou o que pensava dos comentários de Schweinsteiger, no campo de treinamento da equipe da Argentina, na Universidade de Pretória. Lembrando o jogo das quartas de final da Copa do Mundo de 2006 entre as duas seleções, vencido na disputa de pênaltis pelos alemães, o meio-campo da Mannschaft havia criticado nesta quarta o comportamento dos “argentinos em campo, o modo como gesticulam, como tentam influenciar o árbitro”.