Um levantamento feito pelo Paraná Pesquisas mostrou que 55,1% das pessoas ouvidas pelo instituto concordam que o fato de as igrejas ficarem fechadas contribui para evitar a disseminação da Covid-19. Em contrapartida, 44,4% das pessoas que responderam à pesquisa disseram que discordam que as igrejas devem ficar fechadas para ajudar a conter a doença. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (26).

Além desses, 3,5% não souberam responder ou não opinaram. A pergunta exata feita pelo Paraná Pesquisas foi: “O(A) Sr(a) concorda ou discorda que as igrejas devem ficar fechadas para ajudar a conter a Covid-19?”.

Com relação à estratificação da pesquisa, no grupo de 16 a 24 anos, 64,9% dos respondentes disseram que concordam que o fechamento das igrejas colabora para a contenção da Covid, 32,6% discordam e 2,4% não opinaram. Já na faixa etária dos 60 anos ou mais, 50,9% disseram que concordam, 45,2% discordam e 3,9% não opinaram.

Na divisão por sexo, 51,5% dos homens ouvidos na pesquisa afirmaram que concordam, 45,3% discordam e 3,2% não souberam ou não opinaram. Com relação às mulheres, 58,3% das respondentes disseram que concordam que o fechamento das igrejas colabora para que a Covid seja contida, 37,9% discordam e 3,8% não responderam.

O Paraná Pesquisas ouviu 2.176 brasileiros, por telefone, entre os dias 12 e 16 de abril de 2021. Foram ouvidos moradores de 204 municípios, dos 26 estados e do Distrito Federal. O grau de confiança da pesquisa é 95%. A margem de erro é 2%.