Pesquisadores de Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Cuba, Canadá e Chile vão discutir alternativas para melhorar a sustentabilidade nas comunidades costeiras do Brasil, por meio da geração de emprego e renda. Eles participam, de 13 a 16 deste mês, de seminário internacional promovido pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), no Hotel Vila Rica, em Boa Viagem.

De acordo com a pesquisadora Rosana Andrade, da área de sociologia da UFRPE, a idéia é desenvolver o intercâmbio de informações sobre diagnóstico de necessidades, realizado nas comunidades costeiras do Brasil, Chile e Canadá e Cuba, e propor a implementação de projetos nas áreas de saúde ambiental e desenvolvimento sustentável, que estimulem a criação de associações.

Rosana citou como exemplo as mulheres das colônias de pescadores da praia de Serinhaém, no litoral sul de Pernambuco, que produzem artesanato mas não têm divulgação para comercializar as peças. Ela acredita que a implementação de cooperativas nessas localidades viabilize a obtenção de microcrédito junto às organizações governamentais financiadoras.