A Petrobras e a estatal boliviana Yacimientos Petroliferos Fiscales Bolivianos (YPFB) estenderam o prazo de negociação para revisão de preços do gás natural por mais 60 dias. Segundo nota da Petrobras, a decisão foi tomada em reunião concluída hoje no Rio "dentro do cronograma de encontros estipulados com a estatal boliviana". Ainda segundo a nota, a próxima reunião entre as empresas está marcada para o dia 14 de setembro na Bolívia. Na avaliação das duas empresas, o novo prazo permitirá a busca de soluções "mutuamente aceitáveis para o tema em discussão", diz a nota.