Mais uma estatal anuncia concurso público para a ampliação do quadro de funcionários neste período pré-eleitoral. Desta vez foi a Petrobras, que anunciou a abertura de uma seleção para a contratação de 1.608 vagas para 46 cargos de níveis médio e superior. Na semana passada, sua subsidiária Transpetro finalizou as inscrições para um concurso com cerca de 10 mil vagas, sendo 1.537 para contratação imediata Correios, Banco do Brasil, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit), entre outros, engrossam a lista de empresas ou órgãos da adminstração federal que pretendem contratar este ano.

A Petrobras informou que já promoveu 12 concursos desde 2001, dentro de um processo de ampliar o quadro de funcionários para acompanhar a expansão de seus negócios. "Somente neste ano, 3.800 novos empregados devem ingressar na companhia, oriundos das seleções realizadas em 2004, 2005 e 2006", diz nota distribuída pela empresa, que adianta que deve admitir cerca de 9 mil pessoas até 2008. A Petrobras tem hoje cerca de 35 mil funcionários, número que vinha sendo reduzido desde o governo Fernando Collor de Mello.

No final do governo Fernando Henrique Cardoso, porém, a empresa decidiu rever sua política de terceirização, motivada pela série de acidentes ambientais que marcou a gestão Henri Philippe Reichstul. O processo atual, diz a companhia, abrange cerca de 50 cidades em 17 Estados. A empresa informou ainda que há vagas coincidentes com outros concursos promovidos, mas terão preferência os classificados em anos anteriores. Na semana passada, o concurso da Transpetro foi alvo de críticas de representantes da oposição de especialistas no setor, que reclamaram do volume de vagas oferecidas.