O governador Roberto Requião lançou o projeto Povo (Policiamento Ostensivo Volante) em Pinhais durante o lançamento da Semana da Árvore no município, nesta segunda-feira.

Este é o quarto município da Região Metropolitana de Curitiba a contar com o policiamento comunitário. Foram entregues duas estações Povo, cada uma composta por uma viatura e duas motos. ?Estamos mudando a forma de atuação da polícia. O policiamento comunitário permite que policiais e moradores atuem em parceria para o combate da criminalidade?, comentou o governador.

Ao entregar as viaturas, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel David Antônio Pancotti, lembrou que a corporação está servindo melhor ao cidadão. ?Hoje temos uma polícia mais presente, em que o policial conhece a população e a população sabe quem é o policial militar que atua em sua região?, reforçou, explicando que esta é a regra na Polícia Militar do Paraná a partir deste governo.

?Mudamos a cara da segurança pública. Junto com a comunidade estamos resolvendo os problemas de segurança?, comentou. Pancotti lembrou que essa proximidade já teve resultados como policiais militares encontrando emprego para pessoas.

Em Pinhais, serão atendidos pelo projeto, nesta primeira etapa, os moradores e comerciantes da Vila Tebas e Avenida Iraí e arredores. A Vila Zumbi dos Palmares, em Colombo, foi o primeiro bairro das cidades da região metropolitana a contar com o Projeto Povo.

Depois, ele foi estendido a Campo Largo, onde a atuação é dirigida aos moradores e comerciantes do bairro Ferraria, e em seguida para Almirante Tamandaré. Os moradores de bairros de Araucária, Piraquara e São José dos Pinhais recebem o projeto nos próximos dias.

Os policiais militares que participam do projeto, em Pinhais, já começaram a visitar residências e estabelecimentos comerciais. Nas visitas, além da apresentação pessoal, é entregue uma cartilha com dicas sobre segurança e um questionário, no qual o morador pode colocar a expectativa que tem quanto ao projeto.