O PL acaba de protocolar, na Mesa da Câmara, mais duas representações pedindo a cassação de mandatos do PTB, desta feita os dos deputados Romeu Queiroz (MG) e Francisco Gonçalves (MG).

O PL argumenta que Francisco Gonçalves faltou ao decoro parlamentar, ao dizer, em entrevista a um órgão de imprensa, que viu, na Câmara, uma mala de dinheiro, mas não apresentou prova. Já a cassação de Romeu Queiroz é pedida sob alegação de ele figurar em uma lista que o aponta como tendo recebido R$ 330 mil de recursos repassados pelo ex-tesoureiro do PT, Emerson Palmieri.

Um pouco antes, o PL havia entrado com representações pedindo a cassação dos mandatos dos deputados petebistas Sandro Mattos (RJ), Neuton Lima (SP), Joaquim Francisco (PE) e Alex Candiani (PR), alegando que se teriam beneficiado de recursos repassados ao PTB pelo empresário Marcos Valério Fernandes de Souza.