A Polícia Militar vai reforçar o policiamento ostensivo e preventivo na Operação Carnaval no litoral do Paraná, com policiais militares da cavalaria. Esta será a primeira vez que o policiamento montado será usado nas praias e nos locais de maior concentração de público, durante os dias de carnaval. "O policiamento a cavalo tem vantagens como o fato de o policial estar em um plano mais elevado e poder tanto ser visto como visualizar melhor o que acontece ao seu redor", explicou o tenente-coronel Antônio Aurélio Alves Chaves da Conceição, comandante da Operação Verão pela PM. As ações serão desenvolvidas em Paranaguá, Antonina, Morretes, Guaraqueçaba, Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná.

Além do policiamento montado, a Policial Militar irá colocar nas ruas todos os policiais que já estão trabalhando na Operação Verão e outros que serão deslocados de Curitiba, da Companhia de Polícia de Choque (incluindo o Canil) e do Batalhão de Polícia de Trânsito. "A PM está fazendo todo o esforço para dar ao público a tranqüilidade necessária para desfrutar as festas programadas em todo litoral, distribuindo o efetivo de forma estratégica. A maior parte dos policiais estarão no policiamento a pé, aumentando a proximidade com a população", disse o coronel Aurélio. O Corpo de Bombeiros também estará de prontidão com toda a sua estrutura e também com o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência (Siate).

Para que a Operação a ser desenvolvida durante o Carnaval traga resultados positivos, a Polícia Militar irá trabalhar de forma integrada com a Polícia Civil e ainda com o Poder Judiciário, através dos Juizados Especiais. Nos locais de evento de carnaval serão montados cartórios para lavratura de termos circunstanciados. A Polícia Civil estará com uma estrutura montada para lavratura de flagrantes caso haja necessidade. A integração também se dará com as prefeituras municipais e com as secretarias de saúde dos municípios e do Estado, bem como com com as frações da PM, como o Batalhão de Polícia Rodoviária e o Batalhão de Polícia Florestal, além do Corpo de Bombeiros.

Plataformas

Outro diferencial neste carnaval será o uso, em Guaratuba, no desfile dos trios-elétricos, na segunda-feira, de plataformas elevadas. "Da mesma forma que acontece com o uso dos cavalos, com a plataforma o policial ficará num plano mais alto, podendo ser visto e visualizar com maior facilidade o público", completou o coronel . Um policial estará na plataforma, enquanto que duplas de policiais estarão posicionadas no meio da avenida, junto ao público, e que poderão ser acionadas através dos radiocomunicadores. Nas ruas próximas dos eventos carnavalescos haverá patrulhamento ostensivo motorizado com a utilização de viaturas e também o policiamento de trânsito com o uso de motocicletas.

Estradas

Para garantir a segurança dos paranaenses e turistas que estarão circulando nas rodovias do Estado, o Batalhão de Polícia Rodoviária da Polícia Militar (BPRv) estará realizando operações preventivas nos trechos das estradas considerados mais perigosos e com maior probabilidade de acidentes. "Nossa intenção é prevenir acidentes e principalmente mortes", disse o capitão João Francisco dos Santos Neto, do BPRv. Ele lembra que os motoristas devem estar atentos também às condições do veículo, usar sempre o cinto de segurança e transitar de acordo com a velocidade permitida na via, além de portar documentos pessoais e do veículo. "Também é muito importante não beber se for dirigir", avisou.

Bombeiros

O trabalho do Corpo de Bombeiros durante o período do Carnaval não deverá sofrer alterações. Os guarda-vidas ficarão nas praias entre 8h e 20h. "Fora desses horários não recomendamos entrar na água, pois é muito arriscado", disse o tenente Eduardo Gomes Pinheiro, Relações Públicas do Corpo de Bombeiros. Outra recomendação é que as pessoas procurem tomar banho de mar nas proximidades dos postos de guarda-vidas e que sigam as orientações dos bombeiros quanto aos locais onde não é recomendável o banho por conta das condições do mar. O tenente Pinheiro lembra ainda que os banhistas devem evitar o banho logo após se alimentar e muito menos depois de ingerir bebida alcoólica.

Ilha do Mel

A Ilha do Mel receberá atenção especial para que a segurança dos moradores e turistas esteja garantida. O policiamento no local, que fica a cargo do Batalhão de Polícia Florestal da PM (BPFlo), também será reforçado, com incremento no número de policiais e ações específicas. Uma destas ações, conforme o tenente Durval Tavares Junior, do BPFlo, é a revista logo na entrada da ilha. "Estaremos utilizando cães farejadores para nos auxiliar neste trabalho. A revista será feita tanto em pessoas, como em bagagens e nas próprias em embarcações", explicou. Tavares lembrou ainda que já está sendo feito levantamento de informações visando principalmente o combate ao tráfico e uso de drogas no local.