Francois-Xavier Marit/AFP

O treinador da Holanda, Bert van Marwijk, lembrou nesta sexta-feira que seu objetivo é conquistar o título mundial na África do Sul, após eliminar o Brasil com uma vitória por 2 a 1 nas quartas de final, em Port Elizabeth.

“Quando me contrataram, disse à Federação (holandesa) que teríamos uma missão, queríamos ir pelo (título) Mundial”, afirmou o treinador.

“As pessoas zombavam de mim, mas se realmente a gente quer conseguir algo é preciso acreditar. Esta é a minha mensagem”, disse o ex-treinador do Feyenoord, que tomou as rédeas da Holanda após o fim da Eurocopa-2008.

“Mostramos que podemos jogar um futebol fantástico. Quando começamos (no projeto) disse que não íamos à Copa simpesmente para formar parte da competição, se vamos, temos que ir para ganhá-la”, lembrou.

“As pessoas podem pensar que sou arrogante, mas derrotamos o Brasil, somos o número três do mundo, isso é um fato e não deveria existir medo de falar disso”, disse Van Marwijk em uma coletiva de imprensa.

O ex-técnico do Borussia Dortmund alemão comentou que sua equipe começou mal a partida, mas depois conseguiu melhorar.

“Não começamos a partida muito bem, e disse aos jogadores para saírem no segundo tempo e fazerem seu jogo”, disse.

“Tínhamos que determinar nosso ritmo. Por exemplo, (o zagueiro) Gregory van der Wiel estava inseguro no primeiro tempo, mas no segundo mudou e fez o que devia”, disse.

“Após o intervalo tivemos mais coragem e acreditamos realmente em nós mesmos, e essa é uma das razões pelas quais vencemos”, completou.