A Secretaria de Segurança Pública, através da Polícia Civil, realizou na Ilha do Mel uma operação especial para apreender e impedir o uso de drogas e armas. Ao todo, foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão referentes ao tráfico e 13 foram pessoas detidas como usuárias.

Todos foram levados à delegacia para encaminhamento do termo circunstanciado. A maconha foi a droga encontrada em maior proporção. Além disso, a polícia apreendeu uma mala contendo CDs e óculos piratas que seriam vendidos na ilha.

Participaram da operação cerca de 30 investigadores, contando com reforço de policiais da Divisão de Narcóticos (Dinarc) e de cães do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).

?A Ilha do Mel tem um estigma de que as pessoas vão para lá para consumir drogas e nós queremos modificar esse pensamento, mostrando que o local é agradável e um ponto belíssimo do litoral paranaense?, afirmou o delegado Douglas Possebom.

O levantamento e investigação dos 20 pontos fiscalizados ? nas praias de Brasília e Encantadas – foi feito no início do mês de janeiro de acordo com a determinação da coordenação da Operação Verão e após denúncia de moradores.

De acordo com o delegado Amarildo Aquino, que coordenou a operação em Encantadas, o trabalho da polícia no combate o tráfico de drogas ajuda na segurança para os turistas que buscam descanso na Ilha do Mel.

?A polícia esteve nos campings e pousadas vistoriando todos os quartos e barracas?, relatou. ?Este trabalho já vem sendo feito pela Polícia Militar e está sendo reforçado com esta operação?, acrescentou o delegado Aquino.

Segundo ele, a determinação da Secretaria de Segurança nesta Operação Verão foi dar prioridade ao combate de crimes como roubo, perturbação de sossego e principalmente ao tráfico de drogas, que acaba levando a outros crimes.