A Polícia Federal deflagrou hoje (31) a Operação Anjo da Guarda II, de combate à pedofilia na internet. Até o momento, duas pessoas foram presas em São Paulo e uma no Paraná.

A primeira fase da operação foi realizada em junho e prendeu o professor de artes marciais Anderson Luís Juliano Borges Costa, de 33 anos, que teria abusado sexualmente de, pelo menos, 20 crianças. Além disso, teria produzido, divulgado e trocado fotos e vídeos pornográficos com menores de idade.

O material encontrado na casa do professor, em Volta Redonda (RJ), é o maior já apreendido no Brasil e um dos maiores em poder de uma só pessoa. Foram recolhidos 166 CDs e dois computadores com mais de 280 mil fotos de pornografia infantil.