Equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar fizeram, na manhã deste sábado (13), a Operação Travessia, na Ilha do Mel. Cerca de 200 pessoas foram abordadas nos locais de desembarque na ilha, nas praias de Nova Brasília e Encantadas. Até um dos cães farejadores da Polícia Civil foi usado no trabalho. Três usuários de drogas que portavam pequenas quantidades de maconha foram flagrados com o entorpecente e vão responder a um termo circunstanciado. Além disso, policiais civis vistoriaram nove estabelecimentos comerciais, entre bares, lanchonetes e pousadas, para verificar a documentação.

A Operação Travessia vem sendo desenvolvida na Ilha do Mel desde o início da Operação Viva o Verão. Os policiais ficam próximo ao desembarque dos barcos e verificam as bagagens dos turistas que chegam na ilha. ?O objetivo é demonstrar que a polícia está de olho. Notícias que dão conta que na Ilha do Mel se pode consumir drogas livremente não são verdadeiras?, avisou o delegado Valmir Soccio, que coordena as ações da Polícia Civil na temporada no litoral. ?Vamos repetir este trabalho quantas vezes forem necessárias?, garantiu.

Os policiais aguardam até que todos os passageiros dos barcos que fazem a travessia desembarquem. As pessoas são orientadas a colocar a bagagem no chão e o cão farejador faz a busca. Quando há necessidade, o dono da bolsa pode ser solicitado para que abra a bagagem para uma vistoria mais detalhada. O procedimento é repetido em todas as barcas, que chegam a cada meia hora na ilha. ?Nossa intenção não é causar constrangimentos. Estamos apenas fazendo o nosso trabalho, que é garantir a segurança de todos e evitar problemas maiores?, disse o delegado.