Policiais militares do Batalhão de Polícia Florestal da Polícia Militar apagaram o incêndio numa das pousadas da Ilha do Mel, na madrugada desta terça-feira. Duas pessoas que estavam hospedadas ficaram feridas. Um rapaz teve queimaduras leves e foi encaminhado ao pronto socorro em Shangrilá. Uma mulher sofreu uma queda e foi atendida por um médico que também estava na pousada.

De acordo com o tenente Sérgio Augusto Silva, por volta da 1h, parte da equipe da PM patrulhava a região de Nova Brasília, quando avistaram o clarão e se deslocaram até o posto do Batalhão Florestal. Todos os policiais que estavam na ilha ajudaram no atendimento da ocorrência. Eles tiveram que utilizar água do mar para controlar as chamas que se concentraram num dos pavimentos da pousada. O trabalho demorou mais de duas horas.

Os policiais disseram que a pousada possuía extintores, mas que os mesmos não foram suficientes para que as chamas pudessem ser apagadas. "Contamos também com a ajuda das pessoas que estavam na pousada e de quem parou para ver o que estava acontecendo", disse o tenente Sérgio. "Não somos bombeiros, mas temos conhecimento dos procedimentos e, dentro do nosso treinamento, aprendemos o que fazer nestas situações", completou, descrevendo que o incêndio foi isolado e extinto.

No momento em que estavam apagando o fogo, os policiais perceberam um rapaz em atitude suspeita. Ele estava furtando objetos da pousada e foi levado à delegacia. "Tem gente que tenta se aproveitar das situações, mas estávamos atentos", falou o tenente.