Agentes da Delegacia de Furtos e Roubos prendeu um homem acusado de roubar, seqüestrar e tentar matar uma mulher de 37 anos, que foi abordada no bairro Cabral. Moisés Artur de Melo, 25, foi preso na semana passada, depois que policiais colheram informações fornecidas pela própria vítima sobre o criminoso.

?Melo tinha uma tatuagem azul no braço direito e uma cicatriz de cirurgia no abdômen. Com estas informações e o testemunho de algumas pessoas, nossos investigadores conseguiram chegar até ele?, relatou o delegado Rubens Recalcatti, titular da delegacia.

No dia 25 de fevereiro, a vítima foi abordada em seu veículo, um Ford Fiesta branco, por um homem, nas proximidades de uma agência bancária no bairro Cabral. O homem, armado, obrigou-a a passar para o banco do passageiro. Melo então levou a mulher até a zona rural de Rio Branco do Sul, onde a agrediu e, em seguida, disparou um tiro no rosto dela.

Ele abandonou a vítima, pensando que estava morta. Mas a mulher conseguiu chegar até uma residência próxima para pedir ajuda e, em seguida, foi encaminhada a um pronto socorro em Curitiba, onde permaneceu na UTI por três dias.

Os policiais foram a Rio Branco do Sul e, com a colaboração da delegacia local, conseguiram identificar o marginal. ?Melo negou a sua participação no crime. Porém, concluímos que ele é mesmo o autor do crime?, afirmou Recalcatti. O veículo roubado ainda está sendo procurado pelos policiais.