Droga havia sido apreendida em 2003

A Delegacia de Antitóxicos (Datox) incinerou, na tarde desta sexta-feira), 250 quilos de maconha, apreendidos em Curitiba no final de 2003. A droga foi destruída na fornalha de uma olaria da cidade de Colombo, região metropolitana de Curitiba.

?Nesta semana a Justiça autorizou que incinerássemos a droga. Ela foi transportada em um caminhão até a olaria e queimada?, explicou o delegado chefe da Divisão de Narcóticos da Polícia Civil (Dinarc), Walter Barufi Junior.

Todo o trabalho de destruição da maconha foi coordenado pela Datox. Além do delegado Barufi, acompanharam a incineração um escrivão, um investigador da Polícia Civil, um oficial de Justiça da 2.ª Vara Criminal de São José dos Pinhais e um representante do Centro Municipal de Saúde.

Para que a droga fosse destruída, os policiais usaram as labaredas existentes na fornalha dispensando qualquer tipo de material combustível. A queima demorou pouco mais de uma hora para ser concluída.