Brasília ? A Operação Natal foi iniciada hoje pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em todo o País. É para fiscalizar as rodovias e garantir a segurança de quem viaja. O esquema conta com mais de nove mil policiais rodoviários federais, mil viaturas e sete helicópteros. O Chefe da Divisão de Imprensa da PRF, Alexandre Castilho, disse que os policiais estão orientando os motoristas.

Trinta por cento dos acidentes nas estradas nessa época do ano são causados pela falta de atenção dos motoristas. Em segundo lugar, vem o excesso de velocidade e, em terceiro, o desrespeito à sinalização. "Os motoristas não acreditam que as placas à beira das estradas foram colocadas com critérios. Motoristas passam com os carros por placas de 60 quilômetros a 100 quilômetros por hora e fazem curvas de maneira imprudente quando a placa indica uma curva acentuada".

Castilho afirmou, também, que os acidentes causados por excesso de bebida ainda são os que mais matam, mas nos últimos anos têm diminuído porque existe uma conscientização maior por parte da população. "Talvez o excesso de bebida não apareça no topo do ranking, mas é um problema que está sendo combatido pela Polícia Rodoviária Federal. O motorista flagrado embriagado é preso, responde a um processo penal e perde a carteira de habilitação". As multas para quem dirige em alta velocidade variam entre R$ 180 e R$ 540.