O vice-governador e secretário da Agricultura, Orlando Pessuti, participa nesta quarta-feira, no Expotrade, em Pinhais, junto com o secretário nacional de Agricultura Familiar, Valter Bianchini, da abertura do seminário promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, para discutir a construção de um sistema estadual de assistência técnica e extensão rural para a agricultura familiar do Paraná.

O evento faz parte de um ciclo de encontros para apresentar a nova política de assistência técnica e extensão rural, que vai determinar os parâmetros de como o Governo Federal vai levar tecnologia e conhecimento aos agricultores familiares brasileiros.

Esta é a primeira vez, em 14 anos que o Brasil volta a ter uma política direcionada exclusivamente para o setor. O principal objetivo é assegurar aos produtores familiares o acesso a serviços de assistência técnica e extensão rural, pública, gratuita, de qualidade e em quantidade suficiente, visando o fortalecimento da atividade rural.

O evento vai levar a técnicos, empresas, movimentos sociais, organizações de classe dos agricultores, os detalhes do programa. A Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural foi criada para preencher o vazio deixado pela extinção da Empresa Brasileira de Assistência Técnica e Extensão Rural (Embrater), em 1990, durante o governo Collor. Em parceria com as empresas estaduais – Emater, o sistema chegou a responder, em média, por 40% do total dos recursos federais orçamentários das Ematers, alcançando até 80% em alguns Estados.

O seminário dias 23 e 24 vai reunir aproximadamente 300 profissionais ligados à atividade.