A Prefeitura de Curitiba fará mais uma etapa do Plano de Carreira do Magistério Público Municipal, o Crescimento Vertical. O procedimento vai permitir que 400 professores municipais recebam ganhos salariais de 15% sobre seus vencimentos. Esse procedimento vai beneficiar os profissionais que concluíram cursos de pós-graduação “latosensu”. Esta é a segunda vez que o município promove este tipo de crescimento. No primeiro foram beneficiados 1.200 profissionais da educação. Para participar o professor deve se inscrever no período de 3 a 7 do mês que vem, das 9h às 12h e das 13h30 às 17h, na Rua Marechal Deodoro, 933.

Os professores com dois padrões poderão se inscrever nas duas matrículas e, assim, assegurar o ganho pelas duas. O profissional deverá participar de prova escrita, avaliação por tempo de serviço na Prefeitura e do tempo de conclusão do curso. A prova escrita será realizada no dia 23 do próximo mês,, das 9h às 12h em local que será divulgado no site www.curitiba.pr.gov.br.

Ascensão

Além do procedimento de Crescimento Vertical, a Prefeitura organizou neste mês mais uma etapa do processo de transição da Parte Especial do quadro do magistério para a Parte Permanente, que também garante ganho salarial de 15% sobre os vencimentos. Inscreveram-se 128 professores que poderão, a partir do próximo dia 6, conferir o ensalamento no site da Prefeitura.

A mudança de atuação representa a ascensão profissional para os professores que atuam da 1.ª a 4.ª séries mas que já têm curso superior na área da educação. Estando habilitados, os profissionais passam a receber pela formação, direito assegurado com a implantação do Plano de Carreira do Magistério Municipal.

O procedimento não tem número limitado de vagas até que todos os professores possam regularizar suas habilitações. “A meta da Secretaria Municipal da Educação é que todos os professores da rede municipal de ensino tenham nível superior, pois esta formação se reflete na qualidade da educação oferecida aos 115 mil alunos do município”, disse o secretário municipal da educação, Paulo Schmidt.