Foto: Allan Costa Pinto

Renato Adur: vários nomes.

O reitor da Universidade Federal do Paraná, Carlos Moreira Júnior, é apenas um entre os vários nomes para disputar a Prefeitura de Curitiba pelo PMDB, que ainda tem muito chão pela frente antes de fazer a escolha do candidato nas eleições municipais do próximo ano. Esta foi a posição apresentada ontem pelo presidente estadual do PMDB, Renato Adur, o presidente do partido em Curitiba, Doático Santos, e o secretário estadual da Educação, Maurício Requião, durante reunião do conselho político do partido com alguns dos pré-candidatos à Prefeitura de Curitiba.

Convocada para apaziguar os pré-candidatos que se ressentiram com algumas declarações de alguns dirigentes peemedebistas, entre eles Doático Santos, de que Moreira já tinha o apoio do governador Roberto Requião (PMDB) para concorrer, a reunião do conselho tentou organizar a discussão sobre a candidatura do partido. ?Nós quisemos mostrar para todos que só existe uma decisão até agora: a de que vamos ter candidato a prefeito?, disse o deputado Alexandre Curi, coordenador do conselho.

O cronograma do PMDB sobre a candidatura prevê a apresentação de um plano de governo para a cidade em novembro. A próxima etapa é a realização de uma pesquisa qualitativa para tentar identificar o perfil de candidato que pode agradar ao eleitor da capital. Em abril, o partido define o nome, disse Curi.

Da extensa lista de pré-candidatos do PMDB de Curitiba, estavam presentes à reunião do conselho o reitor, o deputado estadual Reinhold Stephanes Júnior e a ex-deputada federal Clair Martins. O presidente da Cohapar, Rafael Greca, não participou da conversa, assim como o deputado estadual Mauro Moraes.