Afonso Rangel, filiado ao Partido Republicano Progressista (PRP) teve a candidatura a prefeito de Curitiba indeferida pela Justiça Eleitoral. Com a decisão, a capital fica com oito candidatos a prefeito. Rangel teria entregue, fora do prazo, a prestação de contas da campanha de 2012, quando foi candidato a vereador. Em primeira instância, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) já havia negado o pedido de candidatura em agosto. A decisão foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Procurado pela reportagem da Gazeta do Povo, Rangel disse que pretende recorrer. Contudo, a assessoria de imprensa do TRE informa que não cabe mais recurso e que se trata de uma decisão em definitivo. “Se for indeferido, acabou a campanha”, resumiu Rangel, que acrescentou que acionaria imediatamente a assessoria jurídica.

O nome de Rangel constará na urna no domingo de votação porque as informações já haviam sido inseridas no programa, mas os votos eventualmente dados a ele serão considerados nulos. Na última pesquisa Ibope*, divulgada na segunda-feira (19), Rangel não havia pontuado. Já no quesito rejeição, ele aparecia com 19%.

Empresário milionário de 59 anos, Rangel disputava a prefeitura em chapa pura, sem coligação. Ao participar de debate na Gazeta do Povo, ele expôs suas propostas.

Ficha Técnica da pesquisa

*A pesquisa foi contratada pela Sociedade Rádio Emissora Paranaense S.A e foi realizada entre os dias 15 e 18 de setembro com 805 eleitores. A margem de erro da pesquisa estimulada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) sob o protocolo Nº PR-01610/2016.