O candidato tucano ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, descartou hoje que, se eleito, empenhará dinheiro público na construção de um estádio na capital paulista para a Copa de 2014. “Não tem sentido colocar dinheiro público em equipamentos, estádios.

Deve ser dinheiro privado”, afirmou Alckmin após participar de encontro estadual da Igreja Batista em Barueri, na Grande São Paulo. O tucano disse esperar uma “solução” por parte do governador Alberto Goldman (PSDB) e do prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (DEM) em conjunto com a Fifa.

“Temos estádios importantes, o próprio Morumbi, o estádio do Palmeiras que até lá ficará pronto. Temos boas alternativas”, afirmou. Para Alckmin, o Estado deve investir apenas em transporte público, em melhorias no sistema viário, em saúde e educação.