No domingo, os eleitores acreanos terão que votar em duas urnas. Isso porque além de participar das eleições de segundo turno para presidente da República, também terão um referendo sobre o fuso horário. O eleitor acreano deverá responder é favorável à recente alteração do fuso horário do Estado.

O Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) tem inserido propagandas no rádio e na TV para explicar como o eleitor deverá votar. Os comitês de campanhas do “Sim” e do “Não” também fazem suas inserções para conquistar o voto do eleitor. De acordo com a corte, poderão votar no referendo os eleitores regularmente inscritos até o dia 5 de maio de 2010.

A hora do Acre foi alterada em 2008 por meio de um projeto do senador Tião Viana (PT), recém eleito governador do Estado. O projeto foi sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, assim, o Acre reduziu de duas horas para uma hora a diferença em relação ao horário de Brasília. Até 2008, durante o período de vigência do horário de verão, o Acre ficava a três horas de diferença de Brasília.

Contudo, o deputado Flaviano Melo apresentou um Projeto de Decreto Legislativo (o PDL 981/2008) para que fosse realizado um referendo sobre a questão. Em maio deste ano, o presidente do TRE-AC, desembargador Arquilau de Castro Melo, anunciou que a votação ocorreria durante a realização do segundo turno das eleições.