Por 4 votos a 3, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) acatou agravo de instrumento proposto pelos advogados Clóvis Augusto da Costa Veiga e Ieri Portela contra a decisão do desembargador José Ulysses Silveira Lopes que determinou a suspensão da programação das Tvs Iguaçu, Naipi, Tibagi e Cidade.

A ação foi impetrada pelo candidato ao governo Alvaro Dias (PDT), que acusou as emissoras de terem favorecido o candidato do PMDB, senador Roberto Requião. O PMDB sustentou que em nenhum momento houve desigualdade de tratamento aos candidatos no segundo turno.