O juiz Sérgio Moro se pronunciou na tarde desta segunda-feira (30) sobre as falas do presidente eleito Jair Bolsonaro sobre eventuais convites para que ele componha o Supremo Tribunal Federal (STF) ou assuma o comando do Ministério da Justiça. O principal responsável pelas decisões que levaram para cadeia políticos, donos de empreiteiras e funcionários do alto escalação da Petrobrás via Operação Lava Jato, ele nem disse que sim, nem disse que não.

Confira a nota na íntegra:

“Sobre a menção pública pelo Sr. Presidente eleito ao meu nome para compor o Supremo Tribunal Federal quando houver vaga ou para ser indicado para Ministro da Justiça em sua gestão, apenas tenho a dizer publicamente que fico honrado com a lembrança. Caso efetivado oportunamente o convite, sera objeto de ponderada discussão e reflexão. Curitiba, 30 de outubro de 2018. Sergio Fernando Moro, Juiz Federal”.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Bolsonaro falou sobre convidar Moro para ocupar estes importantes cargos em entrevistas a várias emissoras de televisão. “Moro se tornou um símbolo no Brasil. Poderia ser ministro da Justiça ou, abrindo uma vaga no STF, (escolher) a que achar que melhor poderia contribuir para o Brasil”, afirmou o presidente eleito em entrevista concedida ao vivo no Jornal Nacional.

Moro, ao saber da vitória de Bolsonaro, parabenizou o presidente. “Encerradas as eleições, cabe congratular o Presidente eleito e desejar que faça um bom Governo”, escreveu Moro, em nota divulgada domingo.

Casal de Curitiba aposta no empreendedorismo e fatura alto vendendo pães em sinaleiro!