Por sugestão da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) ao presidente da Câmara Federal, deputado Severino Cavalcanti (PP/PE), a Casa fará discussão no plenário sobre o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). A data do debate, porém, não foi definida.

O requerimento pedindo a discussão foi feito pelo deputado Ricardo Barros (PP/PR) a pedido do presidente da AMP e prefeito de Nova Olímpia, Luiz Sorvos, em audiência com Cavalcanti. Na audiência, também ficou acertado que todas as entidades diretamente ligadas ao assunto serão chamadas para participar do debate.

O Fundeb substituirá o Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental) e motivou a audiência porque, segundo levantamento feito pelo professor e consultor Jacir Bombonato Machado a pedido da AMP, causará prejuízo de R$ 107,52 milhões apenas neste ano, caso o Congresso aprove a criação do Fundo.

A Assembléia Legislativa também realizará audiência pública para discutir o assunto. Será no próximo dia 12 (sexta-feira da semana que vem), no Plenarinho da Casa. O encontro estava agendado inicialmente para o dia 10, mas foi transferido para o dia 12 para que os representantes da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) possam participar da audiência pública.