Cascavel e Foz do Iguaçu recebem hoje uma comitiva de deputados estaduais que farão as duas primeiras audiências públicas convocadas para debater a proposta de reforma tributária encaminhada pelo governo estadual à Assembléia Legislativa.

A proposta prevê a redução de 18% para 12% da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de bens de consumo popular e propõe a elevação em 2% do tributo sobre energia elétrica, combustível, telecomunicações, bebidas alcoólicas, fumo e cigarro.

O imposto sobre o combustível subiria de 26% para 28% e os demais teriam a alíquota elevada de 27% para 29%. Os presidentes da Assembléia, Nelson Justus (DEM) da Comissão de Constituição e Justiça, Durval Amaral (DEM), os líderes do governo, Luiz Claudio Romanelli (PMDB), e da oposição, Elio Rusch (DEM), e os deputados Augustinho Zucchi (PDT), Reni Pereira (PSB) e Tadeu Veneri (PT) participarão da audiência.

A audiência de Cascavel começa às 10 horas e de Foz do Iguaçu, às 18 horas, nas associações comerciais e industriais de cada cidade. As próximas audiências serão em Maringá e Londrina (dia 20/11) e em Curitiba (26).