O ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Ricardo Berzoini, reconheceu nesta segunda-feira (26) que o Executivo terá dificuldade para aprovar a recriação da CPMF no Congresso Nacional, mas afirmou que o governo tentará a aprovação por meio do debate político.

Em entrevista após reunião de coordenação política comandada pela presidente Dilma Rousseff, o ministro disse que o governo vai respeitar a palavra do relator do Orçamento 2016, Ricardo Barros (PP-PR), mas dialogará para aprovar a proposta.

Berzoini ressaltou que o governo não ignora as dificuldades para aprovar as medidas do ajuste, mas que já vem notando uma melhora do ambiente político para aprovação delas. Segundo ele, o governo aposta que essas medidas vão ajudar a melhorar as expectativas no País.