Jair Bolsonaro (PSL), candidato à presidência da república, declarou nesta quarta-feira (15) que vai apoiar Ratinho Jr. na corrida pelo Palácio das Araucárias. Assim, Ogier Buchi (PSL), que tinha sido lançado pelo partido ao governo do estado, sequer teve seu nome registrado na Justiça Eleitoral. O prazo para registro de campanha terminou nesta quarta.

Segundo informações do blog Caixa Zero, da Gazeta do Povo, a candidatura de Ogier surgiu por manobra de Ricardo Barros (PP), que articula a campanha de sua esposa, Cida Borghetti (PP), buscando dividir votos para levar a eleição ao segundo turno.

Leia mais no blog Caixa Zero, do jornalista Rogério Galindo.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Vazar conversa de Whatsapp gera indenização por danos morais, decide juiz