A sessão da Câmara foi encerrada nesta terça-feira (21) sem votação de nenhuma das quatro medidas provisórias (MP) que estão trancando a pauta. Nova sessão de votação está marcada para amanhã. O DEM e o PSDB não concordam com a MP que aumenta salários para ocupantes de cargos preenchidos por indicação e não por concurso público. "É uma forma de engordar os caixas dos partidos da base. Estão aumentando o faturamento da companheirada", afirmou o líder do DEM, deputado Onyx Lorenzoni (RS). Ele lembrou que legendas descontam contribuições partidárias dos salários desses funcionários.