Duas comissões na Câmara vão se reunir conjuntamente para discutir o posicionamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na fusão dos grupos Pão de Açúcar e Carrefour. As comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e a de Defesa do Consumidor aprovaram requerimento convidando o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, para participar de audiência pública ainda sem data marcada. Abílio Diniz, presidente do conselho do Pão de Açúcar, também será convidado.

O Senado também poderá discutir o assunto. A Comissão de Assuntos Econômicos deve votar na semana que vem requerimento de convite a Luciano Coutinho.

A fusão do grupo Pão de Açúcar com o Carrefour pode movimentar R$ 5,6 bilhões. Desse total, cerca de R$ 4,5 bilhões poderiam ser financiados pelo BNDES. A oposição considera ilegal a participação do BNDES na operação.

A operação também preocupa entidades de defesa do consumidor, como o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). A avaliação é a de que a fusão geraria uma concentração de mercado com o possível aumento de preço nos produtos.

Em nota, o BNDES alega que a fusão representa um “processo de internacionalização do Grupo Pão de Açúcar” e que a operação será baseada em “rigorosos princípios de ética nos negócios”.