O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta noite uma emenda que obrigava os candidatos às eleições majoritárias ou proporcionais a registrar na Justiça Eleitoral suas propostas de campanha. O objetivo da emenda, que faz parte do pacote da reforma política, era impedir que candidatos que não cumprem suas promessas de reivindicar novo mandato.

Pelo texto, ficava vedada a candidatura à reeleição àqueles que, de forma comprovada, não tivessem cumprido o compromisso feito ao eleitor. Foram só 89 votos sim, 230 não e nove abstenções.