A Caravana de Lula pelo Brasil sofreu um ataque na tarde desta terça-feira (27), em Laranjeiras do Sul, cidade no Centro-Sul paranaense. Segundo informações da Polícia Civil, os ônibus da caravana estavam parados em frente à Universidade Fronteira Sul quando foram alvo de quatro disparos. Um dos veículos, ocupado por jornalistas que acompanham a comitiva, teve duas perfurações na lateral e um vidro quebrado. Outo veículo, que levava convidados, também foi alvejado na lateral. Ninguém foi atingido. O ex-presidente não estava nos ônibus, já que se desloca de helicóptero entre cidades em que a caravana passa.

A polícia foi chamada e informa que verificou a situação e que os veículos serão periciados. Caso seja constatado que as perfurações são de arma de fogo, um inquérito será instaurado para apurar os fatos. A Polícia Militar reforçou o policiamento nos locais de manifestação pré-determinados junto à comitiva do ex-presidente, que não solicitou escolta.

Lula comentou no Twitter o ataque sofrido pela caravana, relatando que ninguém se feriu no incidente.

O senador petista Lindbergh Farias postou foto em sua conta de twitter alertando sobre o ataque e com uma imagem do ônibus.

Capital

A passagem de Lula pelo sul do Brasil vem sendo marcada pelas confusões e protestos contra a ‘caravana’ do ex-presidente. Em Bagé, no Rio Grande do Sul, o ex-presidente foi vaiado e ofendido por populares, e chegou a rebater as ofensas no discurso que fez. Em São Miguel do Oeste, em Santa Catarina, ovos foram arremessados sobre o palanque em que Lula discursava. A comitiva já teve problemas para entrar em Foz do Iguaçu, quando agricultores chegaram a atravessar tratores na estrada que dá acesso à cidade para evitar a passagem de Lula.

Nesta quarta, a caravana chega a Curitiba. Por ser reduto da Operação Lava Jato, a capital paranaense já recebeu comitivas pró e contra Lula, quando o ex-presidente prestou depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, fato que deve se repetir nesta quarta com a passagem dele e de Jair Bolsonaro, pré-candidato à presidência da república, por Curitiba.