O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Federal investigue ameaças recebidas pelo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, relator das contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff.

Nardes pediu reforço à segurança da Corte de Contas após receber e-mails com ofensas e ameaças. Ao diretor-geral da PF, Cardozo determinou a “imediata abertura” de um inquérito policial para apuração “rigorosa” do fato.

Na semana passada, Nardes recebeu a defesa da presidente Dilma no caso das “pedaladas fiscais”, que serão analisadas pela Corte. O julgamento das contas da gestão petista relativas ao ano passado deve ocorrer no início do próximo mês e está sob relatoria do ministro.