O desembargador Celso Rotolli de Macedo lançou sua candidatura à presidência do Tribunal de Justiça, na eleição que será realizada em dezembro e que já movimenta os bastidores do Judiciário.

Ele apresentou a candidatura durante o jantar oferecido na semana passada por um grupo de desembargadores ao deputado federal João de Matos (PMDB-SC), autor da proposta de Emenda Constitucional 292, que muda as regras para concorrer às direções dos Tribunais de Justiça.

A PEC permite que se inscrevam também para disputar a presidência, vice-presidência e corregedoria dos Tribunais de Justiça todos os integrantes do Órgão Especial. Atualmente, somente os magistrados mais antigos se candidatam.